Reportagens sonoras do Especial Além da Pele apresentam relatos de pessoas com queimaduras

30/10/2018

 

 

Na série de reportagens Além da Pele, trazemos relatos de pessoas que sofreram queimaduras graves e que compartilharam suas histórias com nossa equipe. Tomamos, também, a palavra de especialistas em várias áreas que o tratamento de queimaduras envolve, visando levar aos nossos ouvintes informações importantes de forma simples e objetiva e abrir a discussão sobre esse que é um grande problema de saúde pública, ultrapassando 1 milhão de casos em 2017.

 

O especial Além da Pele é um trabalho realizado para a disciplina de Radiojornalismo 2 do quinto semestre do Curso de Jornalismo da Universidade Federal do Ceará.

 

Ficha técnica

Produção e roteiro: Bruna Cruz, Émerson Rodrigues, Hannah Freitas

Edição: Luis Augusto Melo

Locução: Tainã Maciel

Orientação: Edgard Patrício

Técnico de áudio: Florêncio Neto

 

1ª Reportagem: O acidente e o depois

Nesta reportagem, apresentamos algumas causas e os tipos de queimaduras, trazendo dados sobre o número de acidentes registrados pelo Ministério da Saúde e de atendimentos registrados no Centro de Tratamento de Queimados (CTQ) do Instituto Doutor José Frota (IJF). Além disso, citamos algumas informações sobre primeiros socorros e como medidas simples podem evitar acidentes que causam queimaduras.
Entrevistados:
- Alexandre Fagundes (vítima de queimadura em local de trabalho);
- Edmar Maciel (médico cirurgião plástico);
- Juliany Freire (capitã e assessora de imprensa do Corpo de Bombeiros do Estado do Ceará);

Duração: 6min30s

 

2ª Reportagem: Centro de Tratamento de Queimados do Instituto Doutor José Frota

Nesta reportagem, apresentamos e falamos sobre o Centro de Tratamento de Queimados (CTQ) do IJF, principal referência no Norte e Nordeste e único serviço que oferece tratamento de queimaduras no Ceará. Tratamos sobre um pouco da história do CTQ, sua função social, atendimentos, equipamentos/medicamentos e equipe médica.

Entrevistados:
- Renildo Cavalcante (pai de criança vítima de queimadura)
- Edmar Maciel (um dos fundadores do CTQ)
- João Ribeiro Neto (médico coordenador do CTQ)
- Cybelle Leontsinis (enfermeira do CTQ)

Duração: 5min58s

 

3ª Reportagem: A vida pós-IJF

Nesta reportagem, apresentamos a vida dos pacientes após receberem alta do hospital, como a busca pelo auxílio-doença acidentário e/ou outros seguros junto ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Além dessas pendências burocráticas, falamos sobre o tratamento continuado de pacientes com queimaduras mais graves. Após saírem do IJF, eles são encaminhados para o Instituto de Apoio ao Queimado (IAQ), onde recebem acompanhamento físico, psicológico e médico que auxiliam na recuperação dos traumas e sequelas que as queimaduras podem causar.

Entrevistados:
- Soraya Yashié (vítima de queimadura em casa)
- Francismar Lucena (gerente-executivo do INSS Fortaleza)
- Márcia Gestora (médica gestora do IAQ)
- Cecília Alves (psicóloga do IAQ)

Duração: 5min47s

 

4ª Reportagem: Formas ideais de tratamento de queimaduras

Nesta reportagem, discutimos sobre a forma ideal de tratamento de queimaduras: o transplante de pele humana. Porém, os altos custos envolvidos no processamento da pele humana e o baixo índice de doação afetam essa forma de tratamento no Brasil.

No CTQ, os cuidados se dão com a pomada de sulfadiazina de prata, banho anestésico e antibióticos. Em casos mais extremos, o enxerto de pele também é utilizado.

Entrevistados:
- Sheila Santos (vítima de queimadura em casa)
- Silva Júnior (enfermeiro do CTQ)
- Edmar Maciel (médico cirurgião plástico)

Duração: 5min38s

 

5ª Reportagem: Pesquisa com a pele da tilápia

Nesta reportagem, apresentamos o tratamento alternativo que vem cobrir essa lacuna deixada pela deficiência no transplante de pele humana: a pele da tilápia. A pesquisa desenvolvida no Núcleo de Pesquisa e Desenvolvimento de Medicamentos da UFC (NPDM) realiza o processo desde a captação ao armazenamento em laboratório e encaminha a pele ao IJF para a aplicação da pele da tilápia em pacientes com queimaduras graves. A pele do peixe tem propriedades semelhantes à da pele humana a um custo muito mais baixo e está em fase de estudo clínico.

Entrevistados:
- Josué Bezerra Júnior (vítima de queimadura que recebeu tratamento com a pele)
- Odorico de Moraes (professor e médico cirurgião plástico coordenador do NPDM)
- Edmar Maciel (um dos coordenadores da pesquisa)
- Marcelo Borges (médico cirurgião plástico pernambucano idealizador da pesquisa)

Duração: 6min18s  

Please reload

Notícias recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Tags
Redes sociais
  • Facebook Basic Square
  • Instagram Social Icon

© 2017 Curso de Jornalismo da UFC. Criado com Wix.com

 

+55 85 3366.7710   |   coordenacaojornalismo@ufc.br

Avenida da Universidade, 2762, Benfica, Fortaleza - Ceará CEP 60020-180 

  • Facebook Black Round
  • Instagram Black Round