Depoimentos

O Curso de Jornalismo formou, ao longo de 50 anos, cerca de 1000 profissionais. Neste espaço, apresentamos uma amostra das histórias e trajetórias forjadas no Curso, a partir do depoimento de alguns jornalistas graduados na UFC. 

 

Se você é um aluno ou ex-aluno e deseja participar deste espaço, envie seu depoimento em texto ou vídeo para jornalismoufc50anos@gmail.com

Documentário com alunos
Lira Neto
Marina Mota
Laécio Ricardo
Iana Soares
Erilene Firmino
Demitri Túlio
Márcio Teles

Logo no início do curso, ali pelo final do segundo semestre, quatro estudantes da turma 1998.1 se reuniram para fazer um jornalzinho para a própria sala. Era uma brincadeira, pois as pautas eram de amenidades e piadas. Pelo menos uma por página. O grupo (Adriano Ferreira Lima, Karla Santana, Jamil Marques e Márcio Teles) foi falar com o então diretor da gráfica da UFC, Agostinho Gósson, para saber como poderíamos imprimir. De cara ele disse: é só trazer que eu faço aqui. 

A primeira edição do Panegírico nasceu em pouco mais de uma semana. Trazia pequenas notas e um quadrinho muito legal do Adriano Lima. Mas não trazia assinatura. Queríamos provocar a curiosidade da turma para depois, já com o "produto" em circulação, abrir para contribuições.

Pela quantidade impressa o pequeno jornal se espalhou pelo curso de Comunicação Social. Algumas pessoas acharam uma iniciativa muito boa. Outras ficaram chateadas porque o curso já possuía seu próprio jornal (o Jabá) e também porque a turma não havia sido comunicada.

Passadas as primeiras discussões, o Panegírico ganhou uma verdadeira redação: a turma 1998.1 assumiu o informativo.

Foram muitas edições com notícias, colunas sociais, informes e muitas piadas no rodapé. Até um concurso de poesia foi realizado pelo jornalzinho com o apoio da Adufc.

Depois de um tempo o jornal foi extinto e os colaboradores utilizaram outros veículos para se expressar.

Foi uma experiência muito enriquecedora e uma das muitas boas lembranças que tenho do curso de Jornalismo da UFC.

Camilla Viegas

No auge dos meus 18 anos, passar no vestibular da Universidade Federal do Ceará foi uma alegria sem tamanho. O resultado saiu numa terça feira. Lembro bem. Mas, o dia da colação de grau, foi, sem sombra de dúvida, a coroação de um esforço ímpar. 
Foi no curso de Comunicação Social com habilitação em Jornalismo que eu aprendi as grandes teorias, as primeiras práticas e o amor ao jornalismo. Daqui saíram minhas primeiras pautas e reportagens. Foram dentro destas salas que eu aprendi o fazer jornalístico, a importância da veracidade dos fatos, a ética profissional, a pesquisa e, sobretudo, aprendi a ser cidadã no sentido mais literal da palavra. Aprendi a dar o meu melhor para a sociedade como profissional. E sempre vou me dedicar a isso.

Hoje, este curso faz 50 anos. Uma data que enche o meu coração de orgulho de ter feito parte, mesmo que por curtos quatro anos, deste curso histórico. Posso lembrar dos saudosos mestres Agostinho Gosson, Nonato Lima, Wellington de Oliveira Jr., Ines Vitorino, Riverson Rios, Silas de Paula, Ronaldo Salgado, Godofredo Pereira, Gilmar de Carvalho e tantos outros. Posso lembrar das salas, dos laborarórios, dos jardins, da cantina, dos estágios, dos seminários e congressos...

São muitas lembranças! E elas não me deixam esquecer que sou uma eterna aprendiz do meu ofício.

Parabéns e muito obrigada!

© 2017 Curso de Jornalismo da UFC. Criado com Wix.com

 

+55 85 3366.7710   |   coordenacaojornalismo@ufc.br

Avenida da Universidade, 2762, Benfica, Fortaleza - Ceará CEP 60020-180 

  • Facebook Black Round
  • Instagram Black Round